skip to Main Content
ÁREA DO ASSOCIADO:

5 erros que danificam a pintura do carro e como evitá-los

Cuidar da pintura do carro é garantir que ele esteja sempre valorizado e com uma aparência apresentável. É verdade que as tintas utilizadas nos veículos atuais são modernas e mais bem protegidas contra o desgaste, mas isso não quer dizer que você deva se descuidar, certo?

Nem sempre é possível prever o que pode ser prejudicial. Às vezes, uma atitude parece correta, mas pode causar ainda mais danos. O resultado disso é levar o carro mais vezes ao mecânico. Preservar a aparência do veículo também é protegê-lo. Para ajudá-lo nisso, vamos listar 5 erros que danificam a pintura do seu automóvel. Confira!

1. Deixar o carro na chuva

Pode parecer um gesto inofensivo, mas aproveitar aquela chuvinha para a lavagem pode prejudicar a pintura do carro. Quando a água secar, as conhecidas manchas vão se formar. Se acontecer muitas vezes (por exemplo, se a sua garagem for em local aberto e chover por um período mais longo), elas já podem atingir o verniz. Proteger o carro vale também, obviamente, para chuvas ácidas ou de granizo.

2. Estacionar embaixo de uma árvore

O que pode parecer uma sorte em dias de sol escaldante, pode gerar manchas na pintura do carro. Estacionar um carro sob uma árvore o deixa à mercê da seiva, que pode ser especialmente difícil de tirar, ou das fezes dos pássaros, que podem corroer o verniz e a pintura. Nesse último caso, não raspe a casca, prefira remover cuidadosamente com um pano de microfibra umedecido com água.

3. Não lavar o carro

Tudo bem que é bom economizar água, mas isso não justifica deixar o seu veículo sujo e alvo de desenhos na poeira. Ainda mais porque as partículas deterioram a pintura do carro. Se ficar muito sujo (depois de passar por um lamaçal, por exemplo), o ideal é lavar imediatamente.

4. Lavar com materiais errados

Agora que você decidiu lavar o seu veículo, então a aparência do seu automóvel estará protegida, certo? Não exatamente. Usar materiais errados pode deteriorar a pintura do seu carro. Vamos ver os exemplos?

Esponja

Se ela tiver uma superfície plana, a lataria pode sofrer com pequenos arranhões. O ideal é usar uma flanela de microfibra.

Sabão não neutro

Se você decidir usar apenas um produto de limpeza doméstico, a pintura do carro pode ficar com aparência opaca ou com problemas. O ideal é que o material seja de pH neutro.

Panos sujos

Se você não usar um material limpo, a sujeira pode manchar e até arranhar a superfície do seu veículo.

Além de tudo isso, tentar lavá-lo sem aplicar a cera depois o deixa mais desprotegido. A cera reveste o seu automóvel com uma película que evita que a sujeira se fixe, reduzindo, assim, as lavagens. 

5. Estacionar próximo a uma construção

A poeira e o cimento podem causar danos à pintura do seu carro. Se o seu carro se sujar com poeira de obra, remova esses resíduos apenas com água, para que a superfície do veículo não fique riscada.

A pintura do carro é um item importante para a sua satisfação pessoal com ele e também para que você possa revendê-lo um dia para comprar um novo. Por isso, ser criterioso com a aparência e manutenção do veiculo pode ser o diferencial para evitar prejuízos e até lucrar no futuro.

Conhece alguém que pode cometer esses erros? Compartilhe o texto nas suas redes sociais para que seus amigos conheçam essas dicas!